quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Sobre o Mundo Vindouro















Sobre o Mundo Vindouro

Isaías 11 é frequentemente utilizado por aqueles que querem desqualificar a Messianidade de Jesus Cristo. Eles entendem que, de acordo com este capítulo, o Messias deve vir e estabelecer uma era de paz mundial, a qual seria caracterizada também por uma bonança sem limites, onde a morte, a dor e todo o sofrimento deixariam de existir. Este é o Olam Habá ou mundo vindouro.

Isaías 11 diz o seguinte:

Isaías 11:1-9 Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins. E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.

Todavia, será que Isaías diz essas palavras num vácuo? Não é Isaías 10, o capítulo anterior, a introdução do capítulo 11? E qual é o tema do capítulo 10?

Isaías 10:5-6 - Ai da ASSÍRIA, a vara da minha ira, porque a minha indignação é como bordão nas suas mãos. Envia-la-ei contra uma nação hipócrita [Israel], e contra o povo do meu furor lhe darei ordem, para que lhe roube a presa, e lhe tome o despojo, e o ponha para ser pisado aos pés, como a lama das ruas.

Vemos então que o contexto aqui é o cativeiro assírio. O Senhor enviaria a Assíria contra Israel, todavia, mais tarde, livraria Israel das mãos da assíria.

Isaías 10:12 Por isso acontecerá que, havendo o Senhor acabado toda a sua obra no monte Sião e em Jerusalém, então castigarei o fruto da arrogante grandeza do coração do rei da Assíria e a pompa da altivez dos seus olhos. (ACF)

E quando o Senhor acabaria sua obra?

Isaías 10:24-25 Por isso assim diz o Senhor DEUS dos Exércitos: Povo meu, que habitas em Sião, não temas à Assíria, quando te ferir com a vara, e contra ti levantar o seu bordão à maneira dos egípcios. Porque DAQUI A BEM POUCO se cumprirá a minha indignação e a minha ira, para a consumir. (ACF)

Isso aconteceria logo, e seria “naquele dia” que Deus livraria a Israel.

Isaías 10:27 E acontecerá, naquele dia, que a sua carga [Israel] será tirada do teu ombro, e o seu jugo do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção. (ACF)

E aconteceria “naquele dia” também:

Isaías 11:10-16 - E acontecerá naquele dia que a raiz de Jessé, a qual estará posta por estandarte dos povos, será buscada pelos gentios; e o lugar do seu repouso será glorioso. E há de ser que naquele dia o Senhor tornará a por a sua mão para adquirir outra vez o remanescente do seu povo, que for deixado, da Assíria, e do Egito, e de Patros, e da Etiópia, e de Elã, e de Sinar, e de Hamate, e das ilhas do mar. E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra. E afastar-se-á a inveja de Efraim, e os adversários de Judá serão desarraigados; Efraim não invejará a Judá, e Judá não oprimirá a Efraim. Antes voarão sobre os ombros dos FILISTEUS ao ocidente; juntos despojarão aos do oriente; em EDOM e Moabe porão as suas mãos, e os filhos de Amom lhes obedecerão. E o SENHOR destruirá totalmente a língua do mar do Egito, e moverá a sua mão contra o rio com a força do seu vento e, ferindo-o, dividi-lo-á em sete correntes e fará que por ele passem com sapatos secos. E haverá caminho plano para o remanescente do seu povo, que for deixado da Assíria, como sucedeu a Israel no dia em que subiu da terra do Egito.

O texto fala que o renovo de Isaías 11:1-9 resgataria o remanescente deixado da Assíria. Existe remanescente de Israel na Assíria hoje? O texto fala dos filisteus. Eles ainda existem? O texto também fala de Edom. Edom não foi exterminada há mais de dois milênios? 

Visto que todas essas coisas não existem mais, o contexto de Isaías 11 demanda um cumprimento no passado, este renovo já deve ter vindo e ter cumprido todas essas coisas. 

Portanto, só nos resta acreditar que essa linguagem é simbólica e não deve ser considerada literalmente, ou o profeta cometeu um erro. A questão é, porque devemos esperar um cumprimento literal de outras passagens que usam a mesma linguagem? Isso é coerente?

No mais, parece que este tão esperando paraíso rabínico, adotado também pelo cristianismo, está muito longe de ser uma realidade nas escrituras. Quando foi que Moisés prometeu tal coisa? Pelo contrário, quando falou dos últimos dias, Moisés falou de destruição para Israel (Dt. 28-32). 

Retornando para Isaías, podemos vê-lo falando sobre o segundo mundo, sinônimo de novos céus e nova terra.

Isaías 65:17-23 Porque, eis que eu crio NOVOS CÉUS E NOVA TERRA; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor. Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino MORRERÁ de cem anos; porém o PECADOR de cem anos será AMALDIÇOADO. E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto. Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos. Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles. (ACF)

Perceba que o profeta inclui morte, pecado, pecadores, maldição. Tudo isso após a criação do novo mundo. 

Zacarias 14 igualmente fala de um tempo após a aparição do Messias, e o último cerco contra Jerusalém.

Zacarias 14:16-19 E acontecerá que, todos os que restarem de todas as NAÇÕES que vieram contra Jerusalém, subirão DE ANO EM ANO para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva. E, se a família dos egípcios não subir, nem vier, não virá sobre ela a chuva; virá sobre eles a PRAGA com que o SENHOR FERIRÁ os gentios que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos. Este será o CASTIGO do PECADO dos egípcios e o CASTIGO do PECADO de todas as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos. (ACF)

Aqui outra vez vemos a existência de pecado, castigo, praga, e um Deus ferindo os povos. A frase de “Ano em Ano” denota uma continuidade. Assim parece óbvio que o mal existe para sempre. Portanto, a questão é, se no novo mundo existe mal, pecado e pecadores. Por que é impossível haver guerras? Porventura Deus se tornará um ditador e cessará o livre-arbítrio, ou o dom de escolha que ele tem concedido aos homens, mesmo os pecadores, até hoje? 

Curiosamente, ao contrário destes rabinos, ditos sábios, e também de muitos cristãos; Jesus Cristo jamais negou que o pecado continuaria existindo no mundo vindouro.

Considere:

Mateus 12:32 - Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro. (ARA)

A lógica aqui é simples. Se o pecado contra o Espírito Santo não será perdoado no mundo vindouro, segue que os outros pecados serão perdoados. Portanto, existe pecado no mundo vindouro.

Apocalipse do mesmo modo fala da continuidade da doença após a criação dos novos céus e nova terra.

Apocalipse 22:2 No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de MÊS EM MÊS; e as folhas da árvore são para a SAÚDE DAS NAÇÕES. (ACF)

Assim, a doutrina dos judeus e dos cristãos da vinda de um mundo perfeitinho parece não está de acordo com as escrituras. Pelo contrário, ao que tudo indica, não há nenhuma mudança no mundo físico, e a seguinte passagem continua e sempre continuará válida.

Eclesiastes 3:1-8 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz. (ARA)
Gosto ·  ·  · Segunda-feira às 23:25
  • Daniel Plautz gosta disto.
  • Esh Yohanan Segundo este pífio raciocínio, quer dizer então que isto aqui abaixo JÁ ocorreu? --- Morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará; e o bezerro, e o leão novo e o animal cevado viverão juntos; e um menino pequeno os conduzirá. Avaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e a desmamada meterá a sua mão na cova do basilisco. 
    Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar. 
    (Is 11:6-9)
  • Timothy Barber Prezado Esh, a Bíblia nos conta fatos que já aconteceram, e as vezes na parte "B" do versículo, ou versículo seguinte é algo que acontecerá no futuro. Isto não invalida a Palavra de Deus. Isaías 61:1-2 é uma prova disto. O dia da vingança do Senhor ainda não aconteceu, porque ainda acontecerá. Por isso, Jesus Cristo citou apenas a parte "A" do versículo 2.
  • Esh Yohanan Isso é desculpa sem base. Parte alguma disso se cumpriu
    há 17 horas através de telemóvel · Gosto
  • Paulo Tiago Qual é o raciocínio pífio, Esh Yohanan? Porventura não é verdade que Deus cumpriria sua obra em “pouco tempo” (Is. 10:25)? Não é verdade que esta obra incluía o livramento do resto de Jacó na Assíria (Isaías 10:18-22)? Porventura não é verdade que o capítulo 11 é a continuação do capítulo 10? Porventura no cap. 11 Deus não continua tratando da salvação do resto de Jacó na Assíria (11:11, 16) “depois” da aparição do renovo de Is. 11:1? Porventura não é verdade que “naquele dia” em que o renovo estivesse posto como estandarte Efraim voaria sobre os ombros dos filisteus (Is. 11:14) [Que já não existem mais]? Porventura não é verdade que depois da aparição do renovo Efraim e Judá iriam pôr suas mãos sobre Edom? [Que já não existe mais]? Como essas coisas podem ser cumpridas em consequência do aparecimento do renovo se ele aparecer em nosso futuro? E a promessa da conclusão da obra em “pouco tempo”. Como fica? 

    Ainda não tenho certeza, mas parece que nos capítulos 8-9 Isaías fala de algumas dessas coisas dos cap. 10-11 como já cumpridas.

    Considere que o contexto é a vinda do rei da Assíria:

    Isaías 8:7 Portanto eis que o Senhor fará subir sobre eles as águas do rio, fortes e impetuosas, isto é, o rei da Assíria, com toda a sua glória; e subirá sobre todos os seus leitos, e transbordará por todas as suas ribanceiras.

    Agora compare:

    O livramento de Israel e a manifestação de Deus como nos dias dos midianitas:

    Isaías 9:4 Porque tu quebraste [passado] o jugo da sua carga, e o bordão do seu ombro, e a vara do seu opressor, COMO NOS DIAS DOS MIDIANITAS. [Como já cumprido]
    O mesmo do capítulo 10:

    Isaías 10:26 Porque o SENHOR dos Exércitos suscitará [futuro] contra ela [Assíria] um flagelo, COMO NA MATANÇA DE MIDIÃ junto à rocha de Orebe; e a sua vara estará sobre o mar, e ele a levantará como sucedeu aos egípcios. [10:27] E acontecerá, naquele dia, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção.

    É bem provável que o renovo de 11:1 seja o mesmo do seguinte verso no cap. 9. Portanto, Isaías 11:1-9 deve ter se cumprido nos dias de Ezequias.

    Isaías 9:6 Porque um menino nos NASCEU [passado], um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. [9:7] Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.
  • Esh Yohanan O Rebento do tronco de Jessé = וְיָצָא חֹטֶר, מִגֵּזַע יִשָׁי; יִפְרֶה.
  • Esh Yohanan O 'tronco' de Jessé foi cortado no tempo de Jeconias (Yechoniah) ou seja, a linhagem real da Casa de David deixou de existir ATÉ QUE 'brote' desse 'tronco' um renovo (heb. chomer). Não existe intervalo entre o surgimento deste 'rebento' e a obra que ele deverá fazer - o texto hebraico não comporta tal 'intermédio'. Diz-se que a RAIZ DE JESSÉ será posta como um 'sinal' entre os povos e NAQUELE (exato) 'DIA', o Eterno congregará Israel, e seu remanescente (vs. 11-12). Os nomes geográficos Assíria, Egito, Patros, Etiópia, Elão, Sinar, Hamate são as referências conhecidas do profeta e sua localização deve estar em conformidade com os locais para onde originalmente as tribos se dispersaram.
  • Paulo Tiago Esh Yohanan Quando falei de Isaías vendo as coisas como passadas não quis sugerir que elas já tinham sido cumpridas, mas que em 9:6, Isaías está usando um perfeito profético [http://en.wikipedia.org/wiki/Prophetic_perfect_tense] para falar do surgiment...Ver mais
    en.wikipedia.org
    The prophetic perfect tense is a verb tense that some claim is used by the proph...
  • Esh Yohanan NÃO existe isso de 'perfeito proefético' no Tanach. Está alando com um professor de hebraico bíblico. Aliás, sequer a noção de 'tempo' verbal existe neste idoma. Note que o artgo da Wiki que vc me passou CARECE de fontes (Who?) e (citation neede) - argumento FAIL.
  • Paulo Tiago Eu não quero saber se você é professor de hebraico bíblico. E a fonte foi só pra você ter uma noção do significado de perfeito profético. Para uma explicação mais mastigada você pode ler os seguintes textos.



    Se não for o suficiente, não se acanhe em reclamar.

    No mais, mesmo eliminando a noção de tempo verbal passado do texto de Isaías 9:4 podemos concluir que Isaías fala de algo futuro como se fosse já realidade, uma vez que ele fala da opressão dos assírios (Isaías 8:7), que estava para vir no futuro [estou errado?]. O contexto e expressões idênticas dos versos Isaías 10:26-27 e Isaías 9:4 também confirmam que ambos tratam do mesmo evento. 

    Aliás, a pergunta que eu te fiz foi essa: 

    Você acredita que Isaías está tratando da mesma coisa-evento nestes dois versos?
  • Esh Yohanan Se não te interessa se eu sou professor de hebraico, NÃO fique postando bobagens relacionadas ao tema que é minha área e não a sua. Vai e estuda (R. Hillel).
  • Paulo Tiago Ok Esh Yohanan. Vou continuar estudando. E me perdoe por ter sido tão rude. 
    há 7 horas · Gosto · 1
  • Oseias Silva EUEM CARA MAIS LOUCO.
  • Eliezer Abensur O Messias tem de trazer o povo de Israel do Exílio

    Isaías 11:12 
    יב. וְנָשָֹא נֵס לַגּוֹיִם וְאָסַף נִדְחֵי יִשְׂרָאֵל וּנְפֻצוֹת יְהוּדָה יְקַבֵּץ מֵאַרְבַּע כַּנְפוֹת הָאָרֶץ:

    E fará um milagre para os goim, e ajuntará os dispersos de Israel (as 10 tribos perdidas) e os dispersos de Judá ajuntará dos quatro cantos da terra.
    Isaías 27
    יב. וְהָיָה בַּיּוֹם הַהוּא יַחְבֹּט יְהֹוָה מִשִּׁבֹּלֶת הַנָּהָר עַד נַחַל מִצְרָיִם וְאַתֶּם תְּלֻקְּטוּ לְאַחַד אֶחָד בְּנֵי יִשְׂרָאֵל:
    יג. וְהָיָה | בַּיּוֹם הַהוּא יִתָּקַע בְּשׁוֹפָר גָּדוֹל וּבָאוּ הָאֹבְדִים בְּאֶרֶץ אַשּׁוּר וְהַנִּדָּחִים בְּאֶרֶץ מִצְרָיִם וְהִשְׁתַּחֲווּ לַיהֹוָה בְּהַר הַקֹּדֶשׁ בִּירוּשָׁלִָם:

    12 E será naquele dia, que reunirá o Eterno desde a espiga de trigo do rio (Eufrates) até a planície do Egito, e vocês se reunirão e seguirão um dos filhos de Israel (Mashiach).
    13 E será que naquele dia será tocado um grande Shofar, e virão os que se perderam da terra de Ashur (Mesopotâmia) e os dispersos da Terra do Egito, e se inclinarão perante o Eterno, no monte sagrado em Jerusalém.

    O Messias precisa reconstruir o templo e trazer a paz mundial.

    Miquéias 4
    א. וְהָיָה בְּאַחֲרִית הַיָּמִים יִהְיֶה הַר בֵּית יְהֹוָה נָכוֹן בְּרֹאשׁ הֶהָרִים וְנִשָּׂא הוּא מִגְּבָעוֹת וְנָהֲרוּ עָלָיו עַמִּים:
    ב. וְהָלְכוּ גּוֹיִם רַבִּים וְאָמְרוּ לְכוּ | וְנַעֲלֶה אֶל הַר יְהֹוָה וְאֶל בֵּית אֱלֹהֵי יַעֲקֹב וְיוֹרֵנוּ מִדְּרָכָיו וְנֵלְכָה בְּאֹרְחֹתָיו כִּי מִצִּיּוֹן תֵּצֵא תוֹרָה וּדְבַר יְהֹוָה מִירוּשָׁלִָם:
    ג. וְשָׁפַט בֵּין עַמִּים רַבִּים וְהוֹכִיחַ לְגוֹיִם עֲצֻמִים עַד רָחוֹק וְכִתְּתוּ חַרְבֹתֵיהֶם לְאִתִּים וַחֲנִיתֹתֵיהֶם לְמַזְמֵרוֹת לֹא יִשְׂאוּ גּוֹי אֶל גּוֹי חֶרֶב וְלֹא יִלְמְדוּן עוֹד מִלְחָמָה:

    1 E será no fim dos dias, e estará o monte da casa de D-us com razão, na cabeça de todos os montes, e será a mais elevada das colinas e virão após ele (o povo de Israel) os povos.
    2 E virão muitos povos e dirão “Venham, subamos ao monte do Eterno, à casa do D-us de Jacob, e nos orientaremos em nossos caminhos, e iremos nessa direção”, pois de Tsion sairá a Torá e a palavra do Eterno de Jerusalém.
    3 E julgará entre os muitos povos, e provará seus pontos aos goim, e eles (os goim) estarão assombrados desde muito longe e converterão suas espadas em arados e suas lanças em foices, não levantará povo contra povo a espada e não aprenderão mais a guerra.

    Isaías 2:4
    ד. וְשָׁפַט בֵּין הַגּוֹיִם וְהוֹכִיחַ לְעַמִּים רַבִּים וְכִתְּתוּ חַרְבוֹתָם לְאִתִּים וַחֲנִיתוֹתֵיהֶם לְמַזְמֵרוֹת לֹא יִשָּׂא גוֹי אֶל גּוֹי חֶרֶב וְלֹא יִלְמְדוּ עוֹד מִלְחָמָה:

    E julgará entre os povos e provará seus pontos a muitos povos, e as espadas se converterão em arados, e suas lanças se converterão em foices, não levantará mais um povo contra o outro sua espada e não mais aprenderão a guerra.

    Isaías 11:6
    ו. וְגָר זְאֵב עִם כֶּבֶשׂ וְנָמֵר עִם גְּדִי יִרְבָּץ וְעֵגֶל וּכְפִיר וּמְרִיא יַחְדָּו וְנַעַר קָטֹן נֹהֵג בָּם:

    E morará o lobo junto com o cordeiro e a pantera junto com a ovelha habitará, e o rebanho morará junto com o leão e um jovem pequeno os conduzirá.

    ZACARIAS CAP.9
    ט. גִּילִי מְאֹד בַּת צִיּוֹן הָרִיעִי בַּת יְרוּשָׁלִַם הִנֵּה מַלְכֵּךְ יָבוֹא לָךְ צַדִּיק וְנוֹשָׁע הוּא עָנִי וְרֹכֵב עַל חֲמוֹר וְעַל עַיִר בֶּן אֲתֹנוֹת:
    י. וְהִכְרַתִּי רֶכֶב מֵאֶפְרַיִם וְסוּס מִירוּשָׁלִַם וְנִכְרְתָה קֶשֶׁת מִלְחָמָה וְדִבֶּר שָׁלוֹם לַגּוֹיִם וּמָשְׁלוֹ מִיָּם עַד יָם וּמִנָּהָר עַד אַפְסֵי אָרֶץ:
    יא. גַּם אַתְּ בְּדַם בְּרִיתֵךְ שִׁלַּחְתִּי אֲסִירַיִךְ מִבּוֹר אֵין מַיִם בּוֹ:

    9 Alegra-te muito filha de Tsión, apascenta-te filha de Jerusalém, eis que teu rei virá para ti, justo e confiante (em D-us) é ele, pobre (recatado), e cavalgando num burro, e sobre a cidade uma jumentinha.
    10 Destruirei qualquer carruagem de guerra de Efráim, e eliminarei todo cavalo de combate de Jerusalém; será destruído o arco de batalha, e ele falará somente de paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar a outro, e desde o rio (Eufrates) até os confins da terra.
    11 Quanto a ti (povo de Israel) que com sangue selaste tua aliança (circuncisão), farei liberar teus prisioneiros dos calabouços onde se quedavam sedentos.

    O Messias deve fazer com que o mundo reconheça que só existe o nosso D-us.

    Isaías 11:9 
    ט. לֹא יָרֵעוּ וְלֹא יַשְׁחִיתוּ בְּכָל הַר קָדְשִׁי כִּי מָלְאָה הָאָרֶץ דֵּעָה אֶת יְהֹוָה כַּמַּיִם לַיָּם מְכַסִּים:

    Não temais e não serás exterminado em todo o Meu sagrado monte, pois se encherá a terra do conhecimento de D-us, como a água abunda no mar.

    Isaías 40:5 
    ה. וְנִגְלָה כְּבוֹד יְהֹוָה וְרָאוּ כָל בָּשָׂר יַחְדָּו כִּי פִּי יְהֹוָה דִּבֵּר:

    E se revelará a glória do Eterno, e verá toda a carne junta, que a boca do Eterno falou.

    Sofonias 3:9 
    ט. כִּי אָז אֶהְפֹּךְ אֶל עַמִּים שָׂפָה בְרוּרָה לִקְרֹא כֻלָּם בְּשֵׁם יְהֹוָה לְעָבְדוֹ שְׁכֶם אֶחָד:

    Pois então porei sobre os povos uma língua clara, para que todos chamem pelo nome do Eterno, para que O sirvam pois Ele é Um.

Ciclo Ecuménico de Oración

Esta semana oramos por:

Se o homem não deixar de consumir combustíveis fósseis também não terá como minimizar as consequências da braveza dos mares que, de imediato destruirá várias cidades costeiras. E se o consumo deixar de acontecer agora, o homem ainda sofrerá os danos provocados à atmosfera pelo período de 30 a 50 anos, até que o gás já emitido seja dissipado. Com o atual retrato a previsão é de que a água deverá subir entre 4 e 5m de altura. Nos Estados Unidos as principais cidades a serem atingidas são Baltimore, Miami, Nova Orleans, Nova Iorque e até Washington, além de Londres, na Inglaterra. Nova Orleans sofreu com o Katrina, mas nada foi feito para minimizar novas catástrofes, segundo cientistas, que prevêem outros furacões Além dessas, outras cidades costeiras do mundo sofrerão o mesmo efeito, devido às alterações do derretimento das calotas polares e de grandes geleiras. À medida que as calotas derretem aparecerão áreas escuras (antes gélidas e claras), onde o sol ganhará força de impacto, fenômeno chamado pelos cientistas de Efeito Feedback. Esse desaparecimento também indica que o homem presenciará mudanças na Terra. Mas, atualmente, já se registra o desaparecimento de geleiras em todo o mundo. Nas últimas 3 décadas, cerca de 25% das geleiras peruanas desapareceram. Esse registro ocasiona outro efeito nas regiões afetadas. As mudanças, por serem radicais, exigem alterações e respostas rápidas do homem na questão da sobrevivência. Os exemplos registrados até hoje mostram que a segunda parte não acontece. Ao nível dos oceanos que aumentam junte-se o calor nos mares. No ano 2000, um acontecimento jamais visto deixou cientistas perplexos. Uma barreira de 11 mil metros quadrados de gelo desprendeu-se da calota da Antártida e em torno de 3 trilhões de toneladas de gelo seguiram mar adentro. Caso somente o gelo da Antártida e da Groelândia se derreta, o nível do mar aumentará até 9m, segundo previsão científica. Programa Grace A seriedade da situação fez com que a entidade científica de influência global, a Nasa, se unisse a outra agência alemã, para juntas construírem o Programa Grace, com o objetivo de ‘bisbilhotar’ os efeitos do degelo. O programa lançou os satélites Tom e Jerry, que há cinco anos medem as alterações gravitacionais ocasionadas pelo derretimento de gelo na Groelândia e na Antártida. Toda a água compactada em blocos de gelo ao derreter, ocasiona mais pressão por ocupar mais volume no espaço. Satélites monitoram os efeitos do degelo na pressão atmosférica Segundo cientistas o calor derrete entre 100 e 200 bilhões de toneladas de gelo por ano. Invasão de mares Em muitos lugares do mundo o mar é o responsável pela perda de terra seca em função ao aumento de seu nível. Em Bangladesh fazendeiros perderam áreas de plantação de arroz por causa da invasão de água salgada do mar. Além de causar sérios problemas sócio-econômicos, provocando a mudança de comportamento de animais e migrações em massa para países desenvolvidos, o risco da falta de água potável é outro grande problema a enfrentar. No Rio de Janeiro Em São João da Barra, no norte fluminense, uma maré alta destruiu um prédio de quatro andares, em 5 de abril de 2008. Nos últimos 35 anos, o mar avança a média de 3m a cada 12 meses. Mais de 200 casas já foram destruídas pelas ondas, desabrigando moradores. Segundo pesquisas do Departamento de Engenharia Cartográfica da Universidade do Estado de Rio de Janeiro (Uerj), nos últimos meses a erosão tem se acelerado, além do previsto e avançou 7m, o dobro da média anual, medida desde a década de 50. Nos Estados Unidos A cada dia a água do mar invade 30cm de área da cidade de Luziânia (EUA) e grandes áreas de terra são consumidas pelo mar. Na mesma região, 13 ilhas desapareceram nos últimos 100 anos e a remanescente Ilha Robert já perdeu 8m de terra desde junho de 2008. No século passado, os Estados Unidos sofreram a ação devastadora provocada por 167 furacões. Os mais violentos foram o Vilma, Rita e o Katrina. O Projeto Argo, lançado para medir o estado físico dos oceanos, mostra por meio de 3 mil bóias distribuídas pelos oceanos, que o aquecimento ocorre com velocidade alarmante. E somente neste século, os cientistas prevêem a elevação do nível do mar entre 30 a 90cm. Cidades vulneráveis As cidades norte-americanas ameaçadas por furacões do nível 2 (como o Isabel), são Baltimore, Nova Orleans, Miami, Nova Iorque e até Washington. Londres não fica fora da lista. Elas são vulneráveis a furacões que podem provocar o aumento do nível do mar e inundações de 4 a 5m. Segundo previsões, os furacões continuarão e com maior incidência Na Europa Em fevereiro de 1953, a força dos ventos e a maré alta destruíram diques na Holanda, desenvolvidos desde a Idade Média. O resultado foi desastroso, pois 300 fazendas e 3 mil casas foram destruídas e 1,8 mil pessoas morreram. Em 2007 o mar invadiu a capital da Finlândia. Destruição de efeito dominó Os pântanos, ao lado das ilhas, são acidentes geográficos que minimizam a ação de furacões, por desgastar por fricção, a velocidade do vento. Mas, também, ao lado das ilhas, segundo pesquisa, os pântanos estão desaparecendo. O aumento da temperatura dos oceanos também ocasiona tempestades violentas. O oceano mais quentes e o aquecimento que provoca o degelo de calotas polares, causará destruição sem limites. Leia mais no livro Fronteira Final

NOTÍCIAS

Get Adobe Flash player

A minha Lista de blogues